O FORMADOR E AS COMPETÊNCIAS WEB

Ao formador é pedido que seja detentor de competências psicossociais, que consiga adaptar-se e estabelecer boas relações com os seus formandos e todos os intervenientes no processo da formação. 

Este deve também possuir competências sólidas na sua área profissional que lhe permitam preparar, desenvolver e avaliar as suas ações de formação. A formação contínua deve ser uma preocupação constante.

Não podemos esquecer, no entanto, que a evolução das tecnologias web tem conduzido à proliferação de sistemas e aplicações online que a formação tem adotado pelo dinamismo e interactividade que estas potenciam. Dominar estas tecnologias, torna os formadores empreendedores e preparados, formadores que procuram soluções, alternativas, novas técnicas e metodologias. As tecnologias da informação e comunicação desencadeiam novas estratégias, métodos, modelos e ferramentas de formação. Criam-se novas formas de aprendizagem facilitadoras e acessíveis a um maior número de formandos, oferecendo maior acessibilidade, versatilidade temporal e respeito pelo ritmo individual de aprendizagem.

 

Publicado em: 
02 de Abril, 2015